Rede Amazônica de Inventários Florestais

Jungle Scene Jungle Scene Jungle Scene Jungle Scene Jungle Scene

O impacto da investigação sobre parcelas florestais tem "uma influência e significado excepcional"

  • Março, 2015

Em 2014, a avaliação regular da qualidade da pesquisa em universidades do Reino Unido - o "Research Assessment Exercise", ou REF - avaliou pela primeira vez o impacto da investigação sobre a política e a sociedade. Em Leeds escrevemos um estudo que descreveu as muitas maneiras que o trabalho da RAINFOR, AfriTRON e ForestPlots.net tem ajudado a moldar a política climática internacional. O nosso trabalho é apoiar os governos a mapear os estoques de carbono, e treinar indivíduos e organizações para monitorar florestas tropicais de forma eficaz.

O estudo descreve como a pesquisa com base nestas redes de parcelas florestais e as pessoas têm sido citadas em relatórios do IPCC, e utilizada em políticas influentes como as do painel de academias nacionais de ciências do InterAcademies, para apoiar os acordos internacionais de forma a serem informativos e fortes sobre as alterações climáticas. Descrevemos como os governos de nações com florestas tropicais têm utilizado as abordagens e ferramentas que criamos para entender quanto carbono é armazenado nos seus países. Explicámos como os nossos cursos de formação, muitas vezes posteriormente replicados, permitiram organizações e indivíduos a participar no mapeamento nacional e regional de carbono.

A nossa declaração de impacto foi avaliada pelo painel de REF como sendo de "uma influência e significado excepcional". Isso torna-a uma das melhores do país. Todos os envolvidos na RAINFOR, AfriTRON, e ForestPlots.net podem-se orgulhar dessa avaliação. Esta reflete os enormes esforços de todas as instituições e colaboradores que construíram e mantêm as redes que existem hoje.

O REF foi um exercício no Reino Unido que afeta o nível de financiamento que as universidades obtêm do governo. Mas, num sentido muito mais amplo, dá-nos a oportunidade de refletir sobre a forma como os nossos esforços de colaboração combinados, que se estendem por mais de 30 nações, estão gerando impactos importantes a muitos níveis diferentes da sociedade. Juntos, estamos fornecendo informação científica robusta que é essencial para gerir de forma sustentável as florestas tropicais do mundo.

Tim Baker (RAINFOR/Universidade de Leeds)