Rede Amazônica de Inventários Florestais

Jungle Scene Jungle Scene Jungle Scene Jungle Scene Jungle Scene

Parcelas intensivos

  • Maio - Junho 2008
  • Brasil, Bolívia, Perú
Parcelas intensivos

Graças a novo financiamento da Fundação Gordon & Betty Moore, numerosos sítios RAINFOR e sítios associados transformaram-se em parcelas de “Processo Intensivo”. As medições mensais de todas as maiores reservas de carbono nestas localizações, proporcionarão agora um nível de detalhe sem precedentes sobre o ciclo de carbono e a atribuição através do tempo na Amazônia. Com a recente formação recebida em Los Amigos e Oxford, uma nova equipa recrutada de “Moore Fellow” instalaram e remodelaram parcelas na América do Sul. Em Novembro, no Brasil, Mauricio da Costa assistido pela Prof. Lola da Costa (UFPA, Brazil) e Dan Metcalfe (Oxford, UK) instalaram experimentos nas duas parcelas de experimentação seca em Caxiuana (Cax-03 & Cax-04), bem como nas parcelas de argila (Cax-06) e Terra Preta (Cax-08). Muito mais para sul, na zona sul e seca da Amazônia, Dan Metcalfe juntou-se então a Wanderley Rocha da Silva (IPAM, Brazil) para instalar tudo numa experiência de incêndios florestais em grande escala (Tan-03 queimada a cada 3 anos) e um próximocontrolo não-perturbado (Tan-01), gerido por U.S (WHRC) e colaboradores Brasileiros. 

Entretanto, o nosso homem no oeste da Amazônia- Javier Espejo (UNSAAC, Perú)- habilmente coordenou uma série de actividades nessa zona. Alejandro Murakami (MHNNKM, Bolívia) liderou uma campanha épica de 4 dias de expedição para estabelecer, junto com Javier Espejo e Walter Huasco (UNSAAC, Perú), 2 parcelas completamente novas em Kénia (Bolívia). Dan Metcalfe (Oxford, UK) passou por lá uns dias para deixar equipamento, tirar algumas fotos e testar a sua rede de dormir! No Perú, um pequeno grupo liderado por veteranos da RAINFOR Javier Espejo, Walter Huasco e Liliana Baca (UNSAAC, Perú) enfrentaram deslizamentos e um nevoeiro constante para instalar tudo em 4 parcelas, de nuvens, quase verticais, ao longo de um precipício gradiente altitudinal (3400 – 800m) em colaboração com pesquisadores da Wake Forest University, USA. Finalmente, Dan Metcalfe juntou-se ao sempre presente Javier Espejo e Walter Huasco, junto com Filio Farfan (UNSAAC, Perú) em Tambopata para instalar uma estação meterológica e incorporar novas medições intensivas em 2 parcelas ali existentes (Tam-06 e Tam-04).

raízes extraindo, parcelas intensivos, Bolivia (photo: Dan Metcalfe) preparação rhizotrons e maca armadilhas folha, parcelas intensivos Bolivia (photo: Dan Metcalfe 2008)